quinta-feira, dezembro 16, 2004

Episódio no HCC

A pedido de várias famílias vou contar o episódio no Hospital Curry Cabral.
Acordo, tomo banhoca, tomo o pequeno almoço. Até aqui nada de novo...
Como todos os dias apanho o comboio para Lisboa...
Em plena Ponte 25 de Abril começo a sentir uma dor aguda na tummy. Penso cá para comigo "oh diabo... gases a esta hora da manhã?". Escusado será dizer que as dores foram piorando de minuto para minuto.
Chegada a Sete Rios... eu que até sou uma gaja que aguenta bem a dor já estava num pranto tal que FINALMENTE alguém perguntou se precisava de ajuda.
Se precisava de ajuda???? Que raio de pergunta!!! Pois claro que precisava de ajuda!!!!
Lá chamaram o "tinoni" e dei entrada no Curry Cabral.
Mas afinal quando é que vem a parte engraçada da história?
Calma meus senhores... já lá chegaremos.
Primeiro diagonóstico: Apendicite! (parecendo que não a senhora das limpezas já tem um elevado conhecimento destas coisas da medicina)
Ao contrário do habitual fui quase de imediato vista por um médico... era cólica renal!
Lá me meteram a soro e desconfio continha algum tipo de sedativo, pois é a única explicação para o que se passou a seguir.
Como as dores não haviam meio de passar lá tive de levar uma injecção no rabiosque.
Enfermeiro: Agora vai ter de baixar um pouco as calças para lhe dar uma injecção ( ao que parece eu gemia como se estivesse para parir)
Posto isto, como muito esforço lá baixei ligeiramente as calças, que eu cá não sou exibicionista, e deixei a bochecha do rabo ao léu.
O sr enfermeiro lá passou o algodao com alcool e deu 2 palmadinhas... imagino eu que tivesse sido para me distraiar.
Resposta da je, já completamente dopada naquela altura: "Sabe sr enfermeiro, nunca uma palmada no rabo me soube tão bem!"
Eu digo com cada uma...
... é a vidinha!

12 comentários:

Anónimo disse...

Estava a gostar da história ...
não vais acabar ...
T.

rufferto disse...

Mas então tu tinhas acabado de conhecer o moço e deixaste-o logo dar-te palmadas no rabo? :P

Nanita disse...

:D na verdade não acaba aqui... que a ida para fazer o raio-x também tem a sua graçola (embora seja de desconfiar da minha opinião)

Nanita disse...

Royce, estava debilitada.. eu ainda tentei resistir mas ele era maior que eu!

rufferto disse...

Ainda bem que dizes isso :) Agora estou à espera do próximo post com a história da ida ao raio-x.

Anónimo disse...

a palmadita é um clássico ...

o sonho de qualquer de Tonta, que é uma grande Tonta!!

T. (eheheheh)

Hugo Garcia disse...

Será que o enfermeiro tinha mais jeitinho ?

Em que disciplina da faculdade é que será que se aprende isso ?

Nanita disse...

Seria técnicas tauistas?

Anónimo disse...

Descobri o blog por acaso começou logo com palmadinhas no rabiosque....hmmmm

M.

Kitty disse...

Com que então tau-tau no tutu... Sim senhora! ;-)

Nanita disse...

Para que não hajam confusões as palmadinhas forma puramente medicinais! ;)

Anónimo disse...

isto está afinado ...
a coisa promete! este nível está do melhor.

T.

ps - espero que consigas dar a volta a isto